Não se assuste…é amor

12 abr

E se eu não ligar para as  pessoas que  afirmam que o amor dói, fere, machuca e faz sofrer? E se eu quiser tomar apenas um gole desse sentimento, me entupir de batimentos fortes e me afogar na saudade?E se eu não conseguir mais NÃO AMAR? Vou derramar lágrimas? Me engasgar nas estúpidas falas ditas? Me ouvir falando besteiras românticas que os que não amam julgam BOBAS?E se… E se é o escambau.Se eu quiser  me arriscar a amar, eu vou amar, se eu quiser sofrer, eu vou.Sem mais nem menos, sem motivos para explicar e fazer questionamentos.E eu vou!

Vamos esquecer o amor estereotipado, o pré-conceito que possuímos diante deste, vamos aniquilar a idéia de que falar de amor se transformou em algo clichê. Sim, a palavra ‘amor’ em si é antiga, mas o sentimento que se carrega é novo, é diferente, é inovador e no mínimo surpreendente.

Não é simples, não é fácil, não é rápido, e não é escolhido. É algo injusto, assustador, complicado, confuso e desconfiado. É um mostro, é anjo, é sonho e pesadelo, é tudo e nada. É julgamento, é classificação, é olhar, é sentir, é morder os lábios, ajeitar o cabelo e vestir o melhor sapato. É andar na praia, é sentir o vento, é conseguir encontrar o sentido para as músicas chatas, é conversar com a lua, não ver o tempo. Morder as unhas, escrever cartas que nunca serão lidas,sentir o coração na ponta dos dedos,respirar fundo, fechar os olhos e contar ate dez.É perder a fome, é comer muito,é ferir a alma, mudar o coração, é mostrar os dentes, é fazer barulho, é ficar em silencio. É AMOR!

Se você chorar,  rir, questionar, responder, se  arrepender, não vai deixar de ser amor.Se acabar e não houver saudade e sorrisos, deixou de ser amor antes de começar.

É destino? É sorte? É azar?O que é na verdade essa bom/maldade que invade veias, membros, hormônios e ossos? É uma droga? Se não é, por que faz tremer o chão, ver coisas que não existem de fato e me faz tornar uma viciada sem solução?.Por que me causa suor nas mãos, confusões na cabeça e liberação de lágrimas acumuladas?

Já foi estudado, explicado, mas por muitos, nunca fora entendido.

Para alguns, amor só é de verdade quando é reciproco, para outros apenas quando não faz ensopar o chão de lágrimas e doer o coraçao.Para alguns ditadores natos, só existe se for de homem para mulher ou vice-versa, caso contrario, é considerado como amor de fase, sem vergonha na cara, e ate uns que arriscam a dizer que é não é de Deus. Também existem aqueles que afirmam que  tudo no amor é mentira, e talvez que ele não exista de verdade.

Amor não tem raça e cor,  tempo nem contratempo, sexo,  religião, diferenças sociais. Amor é ser  sem razão, é perder o juízo, ou ficar juizado, é ficar louco ou se comportar de vez, é corpo, alma e mente, é vicio,é frenético, é ficar quetinho, calado, é gritar pra quem quiser ouvir.

AMOR É AMOR…sem fórmulas ou cálculos

Música da banda Parachute- She is love

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: